Posts Tagged ‘ seu pai e sua mãe no baile dos enxutos ’

Rob Liefeld desenhando Batman? Por quê não?

Como todos os leitores deste blog sabem, apesar de Rapina e Columba ter sido cancelada, o nosso querido Maioral, Rob Liefeld, continua por cima e com três títulos na DC Comics: Deathstroke, Grifter e The Savage Hawkman.

Tudo muito bacana e genial, como era de se esperar do nosso querido mestre, no entanto, uma dúvida sempre paira no ar: quando é que a DC finalmente terá culhões e entregará um personagem de peso para um talento raro e revolucionário como o Liefeld?

E ao fazer esse questionamento eu não posso deixar de mencionar algo que vi ontem no twitter do mestre supremo do traço:

Continue lendo

Anúncios

O autorismo da obra liefeldiana

Olá amigos, quanto tempo não?

Como todos sabemos este blog existe para trazer à tona todas as camadas existentes dentro da obra liefeldiana, como vocês já puderam ver em algumas análises. Entretanto, uma coisa que nunca foi falada aqui e que merece ser avaliada é a obra liefeldiana como um todo, o autorismo presente na obra.

Continue lendo

The Infinite e o sucesso ilimitado

Como qualquer leitor desse blog sabe Rob Liefeld não entrou no universo quadrinístico para passar desapercebido. O maioral vem mostrando que já é um clássico e está no hall dos grandes desenhistas da história. Foi assim com a criação da Image, X-Force, Heróis Renascem e um outro sem número de histórias e personagens.

E ele mostra que continua fazendo história com sua participação no revolucionário e corajoso reboot da DC, e em seu ousadíssimo projeto com Robert Kirkman, o incrível The Infinite. E eu só disse isso pra mostrar imagens da terceira edição dessa maravilhosa história (aguardem a resenha em breve):

Continue lendo

MAIS Action Figures da X-Force

Sim amigos colecionadores! Estamos de volta com o que há de melhor em matéria de Action Figures, os bonecos da maior super equipe da Marvel, a X-Force!

Infelizmente a resolução de algumas imagens está ruim, mas ainda sim vocês podem perceber a imponência dessas figuras de ação

Continue lendo

Rob Liefeld curtindo a vida

Olá amigos, quebrando o jejum de posts que a maior fonte de informação sobre Rob Liefeld no Brasil vem passando trago a vocês um rápido post sobre o mestre. Rob Liefeld apesar de artista dedicado também curte seus momentos, como já foi visto aqui em fotos com toda a sua família. Aprendam um pouco com o maioral sobre a arte de viver a vida:

Continue lendo

Um breve perfil em imagens #3

Chegou o dia, amigos. Hoje falarei brevemente sobre um personagem que aos poucos foi cativando e se tornando um dos favoritos deste blog. Trata-se de ninguém mais, ninguém menos que o maravilhoso Badrock.

Criado (é claro) por nosso querido Rob Liefeld, Thomas McCall, o Badrock, era um jovem comum de 16 anos, até o dia em que adentra ao laboratório de seu pai, repleto de fórmulas perigosas que não foram testadas. Após beber uma das substâncias (crianças, não façam isso em casa), sua pele se torna dura como granito, além de ter sua força física e tamanho aumentados até níveis super-humanos, mas mantendo a mentalidade de um garoto de 16 anos. Eventualmente ele adota o nome Badrock e entra na maior equipe de super-heróis já feita: Youngblood.

Alguns de seus poderes são: Super-força, a pele com durabilidade de granito sólido. Também possui extremo conhecimento e treinamento do governo em artes marciais e todo tipo de arma.

Mas tá bom, né? Quem quiser saber mais vai ler Youngblood. Vamos às ibagens:

Curiosidade: O nome do personagem originalmente era Bedrock, mas para evitar confusão com a cidade de mesmo nome dos Flintstones, resolveram mudar para Badrock.

Continue lendo

Uma dupla do barulho

Olá pessoal. Como sabemos em histórias em quadrinhos existem sempre duplas marcantes, que fazem histórias memoráveis, grandes personagens e se destacam por sua parceria.

Na Marvel por exemplo podemos destacar Stan Lee e Jack Kirby (também vale o Steve Ditko), os pais dos grandes heróis da editora, a primeira grande dupla.

Eu admito, no quesito pose Stan Lee é imbatível.

Continue lendo